Nave do Conhecimento ainda não implantada na Praça Miami
Alex Belchior - 14/2/2016

No dia 27 de agosto de 2014, uma publicação da Prefeitura do Rio de Janeiro, onde divulga os investimentos realizados no projeto UPP Social, e consta a Nave do Conhecimento da Vila Kennedy. Em 2015 o diário oficial publicou no dia 12 de janeiro a implementação da Nave do Conhecimento, acho que a nave por falta de espaço acabou indo embora e a população acabou ficando sem um ótimo espaço de ciência e tecnologia.

Mais uma vez a Prefeitura do Rio de Janeiro divulga no diário oficial (AP 5 - EL0738/16) do dia 15 de janeiro de 2016 que vai ser implantada uma Nave do Conhecimento na Praça Miami.

No dia 23/03/2010 a revista de Arquitetura Pini, publicou que a Secretaria Municipal de Habitação, divulgou as primeiras imagens do projeto de Oscar Niemeyer para a Praça do Conhecimento, que será replicada em 15 regiões carentes do Rio de Janeiro. Os empreendimentos terão salas de aula, laboratórios, biblioteca, áreas de lazer e um cinema. Já existia em 2010 a construção de uma na comunidade Nova Brasília, no Complexo do Alemão, com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Neste caso, porém, o projeto foi elaborado por arquitetos da Secretaria Municipal de Habitação e não por Niemeyer.

Na época a Prefeitura do Rio de Janeiro se comprometeu em investir R$ 75 milhões nas construções, sendo R$ 5 milhões por empreendimento. Além da Colônia Juliano Moreira e de Nova Brasília, as demais unidades serão implantadas em Joaquim Queiroz (Complexo do Alemão), em Rio das Pedras (Jacarepaguá), no Complexo do Turano (Rio Comprido), em Santa Cruz, no Conjunto Tom Jobim (Costa Barros), no Jardim Nossa Senhora das Graças (Campo Grande), na Avenida dos Democráticos (Manguinhos), no Sítio da Amizade (Cidade de Deus), em Padre Miguel, na Vila Kennedy, na Mangueira e em Madureira.

Uma Praça do Conhecimento foi construída em Padre Miguel, uma nave em Irajá, Madureira, Penha, Santa Cruz e Vila Aliança. A Vila Kennedy estava no projeto inicial da Secretaria Municipal de Habitação, hoje é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Ciência e Tecnologia. Desde de 2010 venho acompanhando, solicitando informações, o pior que até hoje nenhuma resposta e quem perde é sempre a população.

A Nave do Conhecimento foi projetada pelo arquiteto Dietmar Starke. Os cursos abrangerão conteúdos nas áreas de tecnologia da informação, produção gráfica, web design, computação gráfica, produção de vídeo e fotografia, robótica, entre outros. A proposta da Praça do Conhecimento é funcionar como um polo de inclusão digital, permitindo acesso à internet, ferramentas de ensino e programas de uso pessoal, criando um núcleo de difusão e criação artística, cultural e social para os moradores locais.