A força do comércio da Avenida Guianas e comerciantes cobra melhorias
Alex Belchior – Fala Vila Kennedy

Com o aumento da renda média, alcançado graças ao aumento real do salário mínimo e do emprego formal, os moradores das comunidades conseguem comprar hoje bens antes considerados inalcançáveis. Na pesquisa, realizada em 2013, 46% dos lares tinham TV de plasma, LED ou LCD. Hoje 67% dos domicílios das comunidades são equipados com esses aparelhos.

A Avenida Guianas tem um comércio muito forte, loja de material de construção, chaveiro, ponto de venda de salgados, banco, loja de celular, um shopping center, pet-shop, tatuador, produtos de informática, barbeiro, sapataria, loja de aluguel de roupas e etc.

Só o que falta mesmo é uma organização maior desse comércio, na visão de boa parte dos comerciantes o fechamento da avenida ia proporcionar um número maior de pessoas circulando e assim vender mais seus produtos ou serviços. O famoso calçadão é um sonho antigo, só que acabou ficando no papel e a maioria aos poucos foi perdeu a esperança disso acontecer. Com a chegada da agência do Bradesco, muitos autoridades presentes na inauguração e parecia que ia acontecer algo. Até agora nada e a Avenida Guianas continua esquecida.

O Comerciante Daniel Vasconcelos tem o seu comércio a 10 anos na Avenida Guianas, acha que ainda tem muito que melhorar, o problema do esgoto é muito sério, falta de iluminação e a sujeira. Não vamos só ficar criticando, é preciso a participação de todos e nossas lideranças também buscar uma maior união em defesa do bairro. Já tive oportunidade de ir embora, mais gosto de morar aqui, quero dar a minha contribuição e fico feliz de ver novamente o Teatro Mário Lago funcionando.

Amaro Martins é o comerciante da Xaxa Player, na opinião dele é preciso a urbanização da avenida, dessa forma vai ser possível organizar, ter as melhorias que a anos o comércio ficou esperando e os moradores também. Todo esse desenvolvimento vai trazer um benefício enorme para todos nós comerciantes. Mais o sonho de todos nós é o fechamento dessa rua e transformar ela em um calçadão. É preciso tudo isso acontecer, um exemplo que faço é o desnível nas calçadas, idosos e cadeirantes sofre muito.

Marco Vinícius é o comerciante do ramo da venda de material de construção, desde 1991 com o comércio na Avenida Guianas e até hoje não viu as melhorias chegar. Com a chegada do banco esse esperança retornou, durante o primeiro mês até as vendas teve um aumento e infelizmente essa falta de melhorias atrapalha muito o crescimento do comércio na avenida. Vamos juntar forças pela melhoria da nossa Avenida Guianas e de toda Vila Kennedy.