Fiscalização da Secretaria de Transportes visita a Vila Kennedy

No dia 24 de março, o Secretário Municipal de Transportes Carlos Roberto Osorio, esteve em um encontro na Escola Municipal Marechal Alcides Etchegoyen e ouviu a reclamação dos moradores. Uma das principais reclamações foi sobre a precariedade das linhas 811, 812 e 784.

Já a linha 394 por ter poucos carros, sujos, a demora no ponto e que nos finais de semana a linha vai para o bairro vizinho de Coqueiros. Se falou do tempo de espera da linha 366, que muitos moradores usa para ir trabalhar no Centro do Rio, essa linha demora 40 minutos, enquando o de R$ 10 passa a cada 10 minutos.

O Secretário Carlos Roberto Osorio apresentou o coordenador da Zona Oeste Marcos Tognozzi, que ia fazer um levantamento dessas linhas e buscar soluções. Hoje a fiscalização se fez presente, só que infelizmente só foi aplicada muitas e amanhã o problema vai continuar.

Vale lembrar que foi através do Fala Vila Kennedy que os moradores ficou sabendo da visita do secretário Osorio, eu fiquei sabendo quando vinha chegando do trabalho e fui diretamente ao encontro. Dessa fiscalização só fui informado essa manhã, dediquei duas horas do meu tempo e depois fui trabalhar também. A nossa falta de união, informação e esse isolamento só faz não ter uma solução para os problemas. Hoje é primeiro de abril, dia da mentira popularmente conhecido e por tudo que observei a fiscalização veio no dia certo.

Quando a fiscalização chegou, a maioria dos carros da 853 ia saindo a cada 10 minutos, a linha 366 passava um carro a cada 15 minutos, a maioria dos ônibus parava para pegar passageiros no ponto, o principal alvo, as linhas para Bangu nada de aparecer.

A fiscalização foi até o ponto do 394, cada ônibus foi vistoriado, recebeu uma multa pelas irregularidades e em seguida era liberado para rodar novamente. Nenhum veículo foi interditado, mas as empresas foram autuadas e serão multadas. Não sou um especialista em transportes, só acho que esse tipo de fiscalização deveria ser feito na garragem da empresa e como tem feito o Procon Estadual. O mais curioso que a fiscalização encontrou, é que na Secretaria de Transportes, consta registrado 9 carros na linha 394 e a empresa Bangu tinha colocado hoje 12. Isso significa que a empresa colocou três carros a mais, uma piada, deve ser um registro de 1970 ou na época da CTC no antigo Estado da Guanabara. Isso é grave, deveriamos ter muito mais carros circulando pela população que temos e nos últimos anos não vejo ninguém se interessar pelo assunto.

Depois de aguardar 1 hora e 39 minutos, apareceu o 811, super lotado, com um quantidade enorme de idosos esperando no ponto para ir para Bangu. Feita uma vistoria rápida para não prejudicar os passageiros, a empresa vai receber uma multa e o ônibus seguiu viagem. Infelizmente o problema vai continuar amanhã, no documento que o Portal da Vila Kennedy entregou para Osorio, fica como sugestão de se colocar ônibus novos e mudar de empresa. Na reunião na escola Osorio disse que isso leva tempo e cabe recurso por parte da empresa. As linhas 812 e nem 784 até o final da fiscalização não apareceu.

Fico indignado como muitos outros moradores, só que essa é uma realidade da nossa querida Zona Oeste. Já foi um passo ter a fiscalização hoje, agora vamso aguardar uma resposta da Secretaria de Transportes para ver de que forma esses problemas vai ser solucionado. Você morador tem alguma sugestão para dar? Envie sua proposta para o e-mail falavilakennedy@gmail.com ou clique aqui .