Escola Municipal Orestes Barbosa

Endereço: Rua Eduardo Souto, S/Nº
Cep: 21853-300
Tel: 2394-8048 2394-8046

Biografia de Orestes Barbosa

inanceiros do pai. Como não pode frequentar a escola, aprende a ler letreiros e manchetes de jornal com a ajuda de um vizinho da família, o pai do poeta Vinicius de Moraes (1913 - 1980), que também lhe ensina os primeiros acordes de violão. Aos doze anos, ingressa no Liceu de Artes e Ofícios, tendo pela primeira vez acesso à educação formal. No ano seguinte, vence um concurso literário da revista Tico-Tico.

Em 1907, começa a trabalhar como revisor de textos na imprensa carioca e, pouco depois, aos vintes anos, torna-se repórter do Diário de Notícias, jornal dirigido pelo político Rui Barbosa (1849 - 1923). Estreia como poeta em 1917 com o livro Penumbra Sagrada. Três anos depois, viaja a Portugal para entrevistar o poeta Teófilo Braga (1843 - 1924). É preso em 1921, acusado de injúria após denunciar irregularidades no Grêmio Euclides da Cunha.

Conhecido por ser um jornalista corajoso, torna-se também um cronista sobre a vida carcerária através do livro Na prisão, de 1922. No início dos anos 1930, escreve suas primeiras letras de música. Torna-se parceiro de grandes compositores como Noel Rosa (1910 - 1937), Francisco Alves (1898 - 1952), Sílvio Caldas (1908 - 1998), entre outros.

Tem um papel importante na divulgação da música popular brasileira através do jornal, publicando em 1933 o livro Samba: sua história, seus poetas, seus músicos e seus cantores. Dedicando-se com afinco à canção até o fim da vida, torna-se um de seus mais importantes poetas.

Fonte: Enciclopédia Literatura Brasileira